Como Investir

4 formas de investir no metaverso

Sem dúvidas você já ouviu falar sobre o metaverso, certo? 

O metaverso é uma utopia que busca unir o mundo real com o virtual. A ideia saiu das páginas dos livros de ficção científica e foi parar nas mesas dos investidores de grandes empresas e, hoje, é uma grande aposta no mundo dos investimentos. 

Neste artigo, iremos explicar o que é o metaverso, como ele funciona, onde investir e as empresas que apostam nessa tecnologia.

Boa leitura!

O que é o metaverso?

Você já assistiu ou ouviu falar do filme Matrix? Na obra, as pessoas vivem em uma realidade virtual arquitetada por uma inteligência artificial assassina que usa seus corpos para produzir energia. O metaverso funciona do mesmo modo, mas sem as máquinas assassinas – pelo menos por enquanto. 

Na prática, é um ambiente virtual imersivo construído por meio de diversas tecnologias, como a realidade aumentada, hologramas e realidade virtual. 

A princípio, o objetivo desse universo é que as pessoas não sejam apenas observadores virtuais, mas façam parte dele, ou seja, você poderia trabalhar, estudar e ter uma vida social por meio de seus avatares. 

Embora o debate sobre o metaverso tenha crescido recentemente com a divulgação de Mark Zuckerberg de que o Facebook se chamaria Meta, a definição já foi usada antes, como no livro “Snow Crash”, de Neal Stephenson, publicado em 1992, e no filme  “Jogador Número 1”, de 2018. 

Como funciona o mundo digital

O conceito de metaverso não se refere a nenhum tipo específico de tecnologia, mas sim de uma ampla mudança na forma como interagimos com o mundo digital. 

A expectativa é que as telas planas de celulares e computadores seriam substituídas por uma experiência tridimensional, fazendo com que a pessoa se sinta imersa no universo virtual. 

Em tese, todos os usuários teriam seus próprios avatares e poderiam ser, fazer e construir o que quisessem. No entanto, não é possível descrever como o metaverso vai funcionar na prática, uma vez que ele ainda não existe na forma que o fundador do Meta o descreveu. 

Confira as principais tecnologias que compõem o metaverso:

  • Realidade virtual. A VR é um ambiente em 3D que simula o mundo real e permite total interação dos participantes. Para usá-la, é necessário usar óculos especiais equipados com fones de ouvido e sensores.
  • Realidade aumentada. Combina aspectos dos mundos virtual e físico mas, diferente do VR, a realidade aumentada insere elementos virtuais no mundo real.  Um exemplo é o jogo Pokémon Go, em que as pessoas podem jogar usando as câmeras dos celulares para capturar criaturas virtuais.
  • Blockchain, criptomoedas e NFTs. Blockchain é o sistema que permite rastrear o envio e recebimento de alguns tipos de informação pela internet, sendo altamente seguro e, por isso, usado em transações de criptomoedas. Já os NFTs são únicos e imutáveis, servindo como certificado de propriedade de ativos digitais. Especialistas acreditam que usando todas essas tecnologia seria possível fazer transações financeiras dentro do metaverso, negociando desde roupas virtuais até criptomoedas.

Como investir no metaverso

Quando o metaverso começou a se popularizar, surgiram diversas opções de investimentos dentro do mundo virtual. Por ser um mercado pautado em inovação, é natural que investidores tenham receio, no entanto, há segurança e credibilidade. 

Veja 4 formas de investir nesse mundo de oportunidades:

Fundos

A XP anunciou recentemente o lançamento de um novo fundo, batizado de Trend Metaverso, sendo voltado para o público geral e com aporte mínimo de R$100. O Trend Metaverso irá replicar o índice Bloomberg Metaverse, que reúne 30 ações globais de companhias de tecnologia, como a Apple, Microsoft e Meta.

O Trend Metaverse tem proteção cambial à variação do dólar ante o real, taxa de administração de 0,75% ao ano e não possui taxa de performance. Seu grande diferencial é que privilegia a diversificação global e setorial para selecionar os melhores ativos. 

No fundo, as ações que compõem o Bloomberg Metaverse são analisadas pela Bloomberg Intelligence e os pesos de cada uma das ações do portfólio são calculados pela Bloomberg Índices.

Criptomoedas

Essa é uma das formas mais comuns de investir no metaverso. Você pode fazer o investimento comprando esses ativos. Algumas moedas são: The Sandbox (SAND), Decentraland (MANA), Axie Infinity (AXS) e Star Atlas (POLIS DAO).

Tokens ativos

Se trata de um dos principais pilares do metaverso, pois é através de um token que as coisas são precificadas dentro das plataformas, como os jogos que existem hoje em dia. 

Ações de empresas

Investir em empresas responsáveis por tornarem o Metaverso em realidade pode ser uma grande aposta, uma vez que, caso o projeto realmente seja concluído, a chance de ter bons retornos é grande. O Facebook é a principal companhia e a mais conhecida delas.

Marcas que já atuam no metaverso

Uma das maiores companhias de realidade aumentada e soluções relacionadas ao metaverso, a Flex Interativa, registrou um aumento de 750% nas buscas pelas soluções da marca em novembro de 2021 e fevereiro de 2022. Segundo levantamentos da Bloomberg, PWC e Statista, a expectativa é que esse mercado movimente 783 bilhões de dólares em 2024.

Confira as instituições que já investem nesse ramo:

JPMorgan

O maior banco dos Estados Unidos abriu uma unidade na Decentraland (MANA), mundo virtual baseado na tecnologia blockchain. Com esse novo passo, a instituição financeira disse que se tornou o primeiro credor a chegar no metaverso. O relatório JPMorgan diz que o mercado imobiliário virtual poderá começar a ver serviços semelhantes ao mundo físico, incluindo crédito, hipotecas e contratos de aluguel.

Nike

A Nike criou, em 2021, a Nikeland dentro do jogo Roblox e também anunciou a compra da empresa Artifact Studios (RTFKT), especializada na criação de tênis e artefatos digitais.

Victoria’s Secret

Em fevereiro de 2022, a Victoria’s Secret registrou marcas de varejo para vender produtos virtuais e também serviços de entretenimento, que serão usados em desfiles de moda virtuais.

Gucci

A Gucci vendeu a versão digital da bolsa Dionysus na plataforma do jogo Roblox no valor de US$4.115, preço maior do que a versão física do produto.

Samsung

Nesta terça-feira (15) a Samsung realizou uma ação especial sobre seus novos dispositivos da linha Galaxy S22 5G com uma estratégia que mira no metaverso: a comunicação aconteceu por meio do jogo Fortnite e no mundo real – por meio de comunicados exibidos em empenas de prédios de Brasília e do Rio de Janeiro.

Agora que você já sabe sobre as oportunidades do metaverso, que tal aprimorar os seus investimentos ainda mais? Fale com um de nossos assessores e descubra um novo mundo de oportunidades!

5/5 - (102 votes)
Isabelle Miranda

Jornalista e Assessora de Imprensa

Posts recentes

Confira o IPCA hoje

Pelo quarto mês consecutivo, os economistas confirmam o que o brasileiro já sabe: comer ficou…

5 dias atrás

Como escolher sua corretora de investimentos?

Escolher uma boa corretora de investimentos para aplicar seu patrimônio é fundamental para quem quer…

5 dias atrás

Como ensinar Educação Financeira para crianças

Quando se fala sobre educação financeira no Brasil, sabemos que esse é um assunto sobre…

6 dias atrás

Confira a taxa Selic hoje

O Comitê de Política Monetária (Copom) decidiu, por unanimidade, elevar a Selic em 1 ponto…

2 semanas atrás

Taxa Selic 2022 sobe para 12,75% ao ano: veja os impactos

Alta é a terceira consecutiva em 2021. Especialista explica os impactos.

2 semanas atrás

Selic: Saiba como funciona a Taxa Básica de Juros

Saiba tudo sobre a taxa básica de juros.

2 semanas atrás