Tempo de leitura: 7 minutos.

Chegamos ao nono mês do ano, que está sendo marcado por importantes fatos econômicos e políticos no mundo. Dessa forma, é muito importante que o investidor saiba quais são os melhores investimentos para setembro de 2021.

A lista de produtos que será apresentada neste material é baseada em recomendações feitas pelos analistas da XP, a maior corretora de investimentos do país. As sugestões de carteiras são divididas entre os três perfis de investidor: conservador, moderado e agressivo.

Continue a leitura deste material e confira a recomendação da carteira de investimentos para setembro de 2021.

Mas antes de tudo, assine a newsletter da Ethimos e fique atualizado com o melhor conteúdo sobre investimentos e mercado financeiro.

Melhores investimentos para setembro de 2021

Antes de conhecer os melhores investimentos para setembro de 2021, é importante contextualizar o atual cenário econômico e os fatos que antecederam o mês.

Nas últimas semanas no Brasil, houve a aprovação do texto-base da reforma do Imposto de Renda na Câmara – documento que segue agora para o Senado. Por outro lado, seguem as discussões sobre como será feito o pagamento de precatórios em 2022, com o objetivo de evitar prejuízos ao Orçamento.

Além disso, o mercado brasileiro passa por um período de volatilidade por conta do cenário político e fiscal interno e externo. Para setembro, o investidor deve ficar atento à possível nova alta de 1 ponto percentual da Selic, elevando a taxa básica de juros para 6,25% ao ano.

Já fora do país, o foco está no aumento da inflação americana, na queda de popularidade do presidente Joe Biden após conflitos do Talibã no Afeganistão, e no aperto regulatório chinês.

Dessa forma, o mercado financeiro também oscila, fazendo com que a carteira dos melhores investimentos para setembro de 2021 mude em relação ao mês anterior.

melhores-investimentos-setembro-2021

Onde investir em setembro de 2021?

Se você quer saber como investir neste mês, está no lugar certo. Confira a lista com os melhores investimentos para setembro de acordo com cada perfil de investidor.

Melhores investimentos setembro de 2021 (conservador)

A carteira de investimentos para investidores conservadores em setembro recomendada pelos analistas da XP é composta apenas por investimentos pós fixados.

Confira a carteira recomendada dos melhores investimentos para o perfil conservador em setembro de 2021:

PrecavidoAlocação
Pós Fixado100.00%
Selection FIC RF CP LP20.00%
Ibiuna Credit FIC FIM CP17.50%
Augme 45 Advisory FIC RF CP17.50%
XP Top FIRF CP LP15.00%
AZ Quest Luce Advisory FIC FIRF CP LP15.00%
Tesouro Selic 202415.00%
Carteira do perfil conservador em 09/2021. Fonte: XP

Carteira de investimentos para o perfil moderado em setembro/2021

Os investidores de perfil moderado já têm maior tolerância aos riscos, mas ainda buscam um equilíbrio entre segurança e rentabilidade. Nesse sentido, os analistas recomendam uma maior diversificação da carteira em relação àquela sugerida aos investidores conservadores.

A composição da carteira de investimentos para o perfil moderado em setembro de 2021 é a seguinte:

  • Pós fixado – 79%
  • Prefixado – 1%;
  • Investimento atrelado à inflação – 6%;
  • Renda fixa global – 1,5%;
  • Multimercado – 12%;
  • Renda variável global – 0,5%.
Carteira moderada para setembro de 2021Alocação
Pós Fixado79.00%
Selection FIC RF CP LP17.00%
SPX Seahawk Advisory FIC RF CP LP16.50%
Ibiuna Credit FIC FIM CP16.50%
XP Top FIRF CP LP16.00%
Trend Pós-Fixado FIC RF Simples6.00%
Tesouro Selic 20247.00%
Prefixado1.00%
CDB C6 11,60% 3Y1.00%
Inflação6.00%
Tesouro IPCA+ 20306.00%
Renda Fixa Global1.50%
Trend High Yield FIM1.50%
Multimercado12.00%
Selection Multimercado FIC FIM7.00%
eTrend RPM FIC FIM5.00%
Renda Variável Global0.50%
Trend ESG Global Dólar FIM0.50%
Carteira do perfil moderado em 09/2021. Fonte: XP

Melhores investimentos para o perfil agressivo em setembro

Por fim, a lista de melhores investimentos em setembro de 2021 apresenta a carteira recomendada para o perfil agressivo.

A recomendação para os investidores agressivos – que buscam maior rentabilidade, toleram riscos, perdas e a volatilidade do mercado – é aproveitar o momento de oscilações na economia tendo uma carteira composta, principalmente, de produtos de renda variável e fundos internacionais.

A carteira dos melhores investimentos para o perfil agressivo em setembro está dividida da seguinte forma:

  • Pós fixado – 1%;
  • Prefixado – 5%;
  • Investimento atrelado à inflação – 12%;
  • Renda fixa global – 2%;
  • Multimercado – 25%;
  • Renda variável – 25%;
  • Renda variável global – 30%.
Carteira para o perfil agressivo – setembro/2021Alocação
Pós Fixado1.00%
Trend DI FIC RF Simples1.00%
Prefixado5.00%
CDB C6 11,60% 3Y5.00%
Inflação12.00%
Tesouro IPCA+ 20303.00%
CRA Minerva IPCA + 4.70% abr/283.00%
Debênture Movida IPCA + 6.35% jun/283.00%
Capitânia Securities FII (CPTS11)3.00%
Renda Fixa Global2.00%
Trend High Yield FIM2.00%
Multimercado25.00%
eTrend RPM FIC FIM5.00%
Kinea Atlas II FIM4.00%
Absolute Vertex Advisory FIC Multimercado4.00%
Legacy Capital Advisory FIC Multimercado4.00%
Giant Zarathustra Advisory FIC FIM3.00%
Ibiuna Long Short Advisory FIC Multimercado3.00%
Absolute Alpha Global Advisory FIC Multimercado2.00%
Renda Variável25.00%
Tork Long Only Institucional FIC FIA8.00%
Brasil Capital Sustentabilidade Advisory FIA7.00%
XP Long Term Equity FIC Multimercado5.00%
Távola Absoluto Advisory FIC FIM5.00%
Renda Variável Global30.00%
Trend ESG Global FIM19.00%
Trend ESG Global Dólar FIM6.00%
Trend Bolsas Europeias FIM5.00%
Carteira do perfil agressivo em setembro/2021. Fonte: XP

Melhores Investimentos para 2021

CDB

O CDB (Certificado de Depósito Bancário) é um dos tipos de investimentos mais comuns, já que maioria dos bancos tem o produto para oferecer aos clientes. No entanto, corretoras oferecerem a modalidade com rentabilidade bem maior que a das instituições tradicionais.

Em resumo, o CDB é um “empréstimo” para os bancos operarem. Esse dinheiro é usado e devolvido com a acréscimo de juros.

A rentabilidade do CDB varia, porque o produto pode ser prefixado, pós-fixado ou atrelado à inflação. No caso do CDB pós-fixado, o principal indicador da remuneração é a taxa do CDI (Crédito de Débito Interbancário). A liquidez (período em que o investimento passa a render) também varia. O CDB tem opções de liquidez apenas no vencimento e também de render diariamente.

Uma das vantagem de adquirir o CDB nas corretoras de seguro é que elas oferecem o título de diversos bancos, aumentando a possibilidade de escolhas. Uma dessas empresas é a XP Investimentos, considerada a melhor do Brasil.

Títulos Públicos Federais

Ao contrário do CDB, o dinheiro é emprestado ao governo federal. O Tesouro Direto é a plataforma que negocia os Títulos Públicos Federais.

O Tesouro Direto também conta com mais de um tipo de liquidez. Quem investe no prefixado, por exemplo, pode saber a remuneração exata. É importante, nesse caso, manter o dinheiro investido até a data do vencimento. Por outro lado, no título pós-fixado, os juros variam de acordo com a taxa Selic (Taxa Básica de Juros) e o IPCA – índice oficial da inflação.

Fundos de Investimento

Os fundos de investimento são coletivos e administrados por gestores. São compostos por recursos de muitos investidores (cotistas) para a aplicação em diferentes meios. Nessa modalidade, as opções de investimentos vão das mais simples e baratas até as mais complexas.

No fundo de investimento, os gestores decidem para quais tomadores o dinheiro será destinado. Esse produto tem variados graus de risco. Dessa forma, costuma ser uma ótima oportunidade para pessoas mais iniciantes – que buscam diversificar a carteira e ter rentabilidade maior do que a da poupança –, e para os investidores agressivos.

A modalidade tem a incidência de taxa de administração, e rentabilidade e o prazo de resgate também variam no fundo de investimento. Pela maior complexidade nas movimentações nesse tipo de produto, é importante contar com a ajuda de um especialista em investimentos.

Fundo Imobiliário

Bem como no fundo de investimento, os investidores se reúnem para aplicar o dinheiro no fundo imobiliário – tanto em construção de empreendimentos quanto em imóveis prontos. Nesse sentido, quem investiu garante parte do retorno da receita desses bens – aquelas originadas do pagamento de aluguel, da venda e do arrendamento, por exemplo.

A rentabilidade do fundo imobiliário é mais volátil, portanto, há a sensação constante de ganhos e perdas dependendo do momento.

Ações

As ações são um dos tipos mais conhecidos de investimentos e representam parte do capital social de uma empresa. Quem compra ações na Bolsa de Valores se torna sócio da empresa.

No Brasil, a B3 (Brasil Bolsa Balcão) é a principal responsável por administrar as ações. As corretoras de investimentos intermedeiam a compra e a venda desses papéis (como também são chamadas as ações).

É importante ressaltar que a rentabilidade de uma ação depende do desempenho da empresa. Por isso, é importante ficar atento à reputação dela no mercado.

COE

O COE (Certificado de Operações Estruturadas) é um “pacote” que reúne produtos de renda fixa e variável para diversificar a carteira de investimentos.

Com os COEs, o investidor consegue ter melhor previsão da rentabilidade e também de uma série de possibilidades, tanto de ganhos quanto de perdas. A versatilidade permite que esse “combo” seja voltado para investidores conservadores e para os agressivos.

Inscreva-se na palestra “Por que Investir em COE em 2021?” com a participação de especialistas da XP.

Existem COEs que garantem o retorno do valor investido (COE de Valor Nominal Protegido). Por outro lado, há aqueles que têm maior grau de risco e oferecem maior rentabilidade (COE de Valor Nominal em Risco).

Debêntures

As debêntures são títulos de empréstimo para as empresas, que são devolvidos com juros aos “doadores” (pessoas que aplicam o dinheiro). Por serem de renda fixa, o investidor consegue saber o quanto vai resgatar no dia do vencimento.

Existem diversos tipos de debêntures, com diferentes características e perfis de público. A rentabilidade é dividida em prefixada, pós-fixada e com remuneração híbrida.

Como e onde investir em setembro de 2021?

A escolha dos melhores tipos de investimentos para setembro de 2021 depende de vários fatores como idade, objetivos, tempo de retorno e perfil. Tomar uma decisão mais assertiva para começar a investir não é algo fácil de se fazer sozinho, já que o mercado financeiro está cada vez mais diversificado, ao mesmo tempo em que mundo sofre mudanças constantes no cenário econômico.

O atual momento exige ainda mais cautela para que seja possível ter melhores resultados financeiros.

Portanto, o recomendado para quem deseja saber como investir em setembro de 2021 é procurar por um assessor de investimentos de confiança.

Devo investir em setembro de 2021?

A resposta é sim. Independentemente do momento, uma carteira de investimentos que equilibra o curto, o médio e o longo prazo é uma ótima opção.

Para ter um melhor acompanhamento da carteira e recomendações mais personalizadas, é ainda melhor contar com a ajuda de um assessor de investimentos. Esses profissionais estão de olho em tudo o que acontece no mercado para que possam recomendar os produtos de investimento mais adequados para o atual momento.

Na Ethimos, um dos maiores escritórios da XP Investimentos, a qualidade no atendimento é comprovada pelo selo NPS (Net Promoter Score). Os assessores estão sempre em qualificação e têm as mais consolidadas certificações internacionais para oferecer a melhor experiência com relação a seus investimentos.

Agende uma reunião com especialista

Até o próximo post!

Acompanhe mais informações de investimentos no Blog da Ethimos

Deixe um comentário