Tempo de leitura: 2 minutos.

O Ibovespa fechou a semana anterior com ganhos acumulados de 0,97%, aos 122.810 pontos, em linha com a alta dos mercados globais.

Internacional

Bolsas amanhecem sem movimentos expressivos (EUA -0,1% e Europa +0,1%) após dados sobre o desemprego americano superarem as projeções (943 mil novos empregos vs. 845 mil projetados) e taxa de desemprego cair de 5,9% para 5,4%.

Esses dados positivos acabam deixando os investidores apreensivos com um possível processo de tapering (redução dos estímulos) antes do esperado.

Na China (+1,3%), o volume de exportações subiu em ritmo elevado, mas abaixo do consenso (+28,1% vs. +33%), indicando que a economia chinesa está desacelerando, mas em um ritmo bem gradual até agora. E o Goldman Sachs reduziu sua projeção de PIB de +8,6% para +8,3% em 2021. Em commodities, o petróleo (-3,5%) volta a negociar na casa dos US$ 68 sob preocupações de desaceleração por conta da variante Delta, que pode levar a uma recuperação global mais lenta.

Em política fiscal americana, o pacote de infraestrutura continua avançando no Senado dos EUA. Em sinal positivo para a aprovação da iniciativa, 68 senadores, 18 deles republicanos, votaram para encerrar o debate sobre o texto na tarde desse domingo (8). A pauta caminha para ser aprovada nesta segunda (10) ou terça-feira (11).

Brasil

Nesta segunda-feira, o presidente Jair Bolsonaro deve enviar ao Congresso a PEC dos Precatórios e a MP com o desenho do novo Auxílio Brasil. A medida provisória deve trazer apenas as diretrizes do novo programa de transferência de renda, ainda sem definição de valores ou número de beneficiários atendidos.

Sobre a PEC, embora tenha havido pressão no Congresso para que ela permitisse a exclusão do pagamentos dos precatórios do teto de gastos, o desenho previsto pelo governo é para regulamentar a possibilidade de parcelamento das dívidas, de modo a abrir espaço no teto de gastos para a consolidação no novo programa. Esse e outros temas devem ser discutido em almoço entre o presidente Arthur Lira e líderes de bancadas na Câmara. São esperadas indicações sobre a data da votação da proposta de reforma do imposto de renda e da PEC do voto impresso, tema que tem levado instabilidade ao ambiente político.

Analistas de mercado temem que as discussões desses temas no Congresso possam levar a uma mudança no arcabouço fiscal para permitir ampliação de gastos.

Leia mais sobre investimentos e mercado financeiro no Blog da Ethimos

Deixe um comentário