Tempo de leitura: 2 minutos.

O Ibovespa encerrou a sessão da segunda-feira (23) com recuo de 0,49%, atingindo 117.472 pontos, a despeito do bom desempenho das principais bolsas internacionais. Segundo a XP, a percepção de riscos fiscais mais elevados e turbulências políticas vêm pesando sobre o desempenho dos ativos domésticos.

Neste sentido, a cotação do dólar registrou virtual estabilidade nessa segunda (ligeira variação negativa de 0,05%), fechando a R$ 5,38, após ter subido 2,6% na semana passada.

Internacional

Mercados globais seguem com um tom mais otimista nesta terça-feira (24). As bolsas asiáticas fecharam em terreno positivo, com destaque para o índice de tecnologia de Hong Kong, que encontra-se cerca de 10% acima das mínimas recentes, que foram impactadas pelas medidas de aperto regulatório na China.

Os futuros das bolsas americanas e europeias apontam para elevação moderada nesta sessão. Em relação às commodities, a cotação do petróleo (tipo Brent) sobe 0,5% para US$ 69,5/barril, enquanto os futuros do minério de ferro saltam 8,7% e os preços dos grãos operam mistos.  

Na política, lideranças democratas dos Estados Unidos tentam avançar a agenda econômica do presidente Joe Biden na Câmara, começando pela resolução orçamentária de US$ 3,5 trilhões do Plano das Famílias Americanas. Houve avanço nas negociações com o grupo de parlamentares moderados para, primeiro, aprovar o pacote de investimentos em infraestrutura, mas não o suficiente para realizar a votação. Os congressistas devem se reunir novamente nesta terça-feira à tarde.  

Apesar dos temores dos mercados e das medidas de restrição dos governos, a variante Delta do coronavírus ainda não atingiu com severidade a atividade econômica global. Por exemplo, o PIB (Produto Interno Bruto) da Alemanha cresceu 1,6% no segundo trimestre, ligeiramente acima das expectativas.

Já o índice de vendas no varejo do Reino Unido saltou em agosto para o nível mais alto desde 2014. Indicadores de confiança de consumidores e empresários, entretanto, começam a recuar nas principais economias desenvolvidas, sinalizando que o efeito da variante Delta ainda pode aparecer mais adiante.

De qualquer forma, analistas da XP avaliam que parece cedo demais para afirmar que a disseminação da cepa reverterá a recuperação global.

Brasil

Sem indicadores econômicos relevantes no Brasil, o mercado foca nas discussões fiscais. Em declaração pública, o ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que o Congresso pode retirar os precatórios da regra constitucional do teto de gastos.

A proposta oficial do governo federal é manter os precatórios sob o teto, mas adiar o pagamento quando o valor atingir determinado limite. O governo também está considerando permitir que as privatizações sejam pagas com precatórios.

*Com informações da XP.

Leia mais sobre investimentos e mercado financeiro no Blog da Ethimos

Deixe um comentário