Educação Financeira

Veja como equilibrar as finanças

Muitas pessoas acreditam que não ganham um salário suficiente para alcançar seus objetivos e equilibrar as finanças. No entanto, na maior parte das vezes, o problema está na forma como os gastos e investimentos são feitos.

Para realizar objetivos financeiros, como garantir uma aposentadoria ou viajar para outros países, é necessário saber administrar o dinheiro com sabedoria. 

Pensando nisso, elaboramos um artigo com as melhores dicas de como lidar com seu dinheiro de forma inteligente. Acompanhe!

Qual a diferença entre usar e gastar dinheiro?

Quando você faz uma compra no supermercado, por exemplo, seu dinheiro está sendo gasto? A resposta mais óbvia para essa pergunta é que “sim”, contudo, é necessário aprofundar um pouco mais nessa questão. 

Existem diversas formas de lidar com o dinheiro. Em alguns momentos dizemos que ele foi usado, em outros que foi gasto. Pode parecer apenas um detalhe, mas compreender essa diferença é muito importante.

No momento em que compramos uma coisa desnecessária, que não acrescenta nada em nossas vidas, podemos dizer que estamos gastando dinheiro. Essa é uma forma de desperdício, não de investimento.   

Já quando compramos bens ou serviços que acrescentam em nosso crescimento, como um curso de finanças ou viagens que permitem novos conhecimentos, estamos usando nosso dinheiro, ou seja, ele está sendo útil para a nossa vida.

Compreender como fazer o uso e não apenas gastar aquilo que você ganha é o primeiro passo para ter uma vida mais tranquila e com sucesso em seus objetivos financeiros.

É importante lembrar que o dinheiro é uma ferramenta e cabe a cada um de nós saber como usá-lo. Por isso, antes de gastar, faça sempre essas perguntas:

  • Eu realmente preciso comprar esse produto/serviço? Essa reflexão pode te ajudar a não comprar por impulso.
  • Qual minha situação financeira? Analise se você está com tudo em ordem, se não tem nenhuma pendência financeira e veja como está a sua reserva de emergência
  • Se eu não comprar agora, o que farei com o dinheiro? Você pode usá-lo para pagar uma conta, jantar fora, poupar e investir.

Equilibrar as finanças consumindo com consciência

Foto: Consumo consciente, Freepik.

O consumo consciente é um conceito que tem como princípio decidir com cuidado e atenção aquilo que você compra e usa no seu cotidiano.  Não se trata de deixar de comprar, mas de consumir de um jeito diferente, com atenção, responsabilidade e planejamento financeiro

A ideia é evitar que as pessoas comprem por impulso, sem necessidade ou planejamento, prejudicando tanto sua saúde financeira quanto o meio ambiente. 

Dentre as vantagens de ser um consumidor consciente, podemos citar: 

  • ajuda o meio ambiente;
  • não compra por impulso;
  • sem gastos desnecessários;
  • usa o cartão de crédito de forma responsável;
  • consegue poupar dinheiro e criar a sua reserva financeira;
  • vive livre de dívidas;
  • tem maiores possibilidades de enriquecer;
  • melhor qualidade de vida.

Qual seu grau de consciência?

Uma pesquisa realizada em 2018 pela Akatu mostrou a evolução do grau de consciência dos brasileiros no comportamento de consumo. Segundo ela, existem 4 níveis de consciência, sendo eles:

Indiferente: 0 a 4 comportamentos conscientes – Quando economiza pensando apenas em si, sem preocupação com o meio ambiente;

Iniciante: 5 a 7 comportamentos conscientes – Busca se planejar e adota atitudes pensando no bem-estar de todos;

Engajado: 8 a 10 comportamentos conscientes – Têm práticas sustentáveis como hábito e busca sempre aprender mais;

Consciente: 11 a 13 comportamentos conscientes – A vida é organizada de maneira consciente e compartilha ações para engajar mais pessoas.

Avaliar suas atitudes ajuda a criar metas para chegar onde deseja, com mais qualidade de vida e saúde financeira. 

Faça agora mesmo o teste e descubra qual tipo de consumidor você é: Qual tipo de consumidor eu sou?

Como equilibrar as finanças na prática?

Para se tornar um consumidor consciente é necessário uma mudança completa de mentalidade e hábitos de vida. Você pode começar essa transformação seguindo algumas dicas, confira: 

Mapeie suas finanças

A primeira coisa que você deve saber é a sua situação financeira atual. Dessa forma, você conseguirá entender os seus hábitos e sistematizar suas receitas e despesas. 

Para começar, você deve colocar todos os seus gastos em uma planilha ou aplicativo, desde aquele happy hour que fez com os amigos até o pão que comeu no café da manhã. Fazendo isso, você terá noção das suas despesas e verá que existem possíveis economias. 

Elimine as compras a prazo

Muitas pessoas não conseguem economizar, mas pagam parcelas de empréstimo ao banco todos os meses. Um consumidor consciente sabe que quando paga à vista economiza 2 vezes: nos juros que deixa de pagar e no menor preço à vista. 

Tenha planos e metas para a sua vida

O que você sonha em ter no longo prazo? Uma casa própria, um carro novo ou uma viagem para outro país são alguns sonhos comuns, mas você sabe qual a diferença entre os sonhadores e as pessoas que realizam? O planejamento. 

Com ele seus sonhos se tornam metas cada vez mais próximas de serem atingidas. Você pode dar o primeiro passo conversando com um assessor de investimentos para te auxiliar em sua organização. 

Não desista!

Lembre-se que é possível gastar menos, fazer o dinheiro sobrar no final do mês e ter uma reserva. Portanto, entender o que de fato importa e usar isso para balancear suas decisões de compra é algo crucial, inclusive para o futuro do planeta. 

Então, vamos começar a mudança agora mesmo?

5/5 - (20 votes)
Isabelle Miranda

Jornalista e Assessora de Imprensa

Posts recentes

Confira o IPCA hoje

Pelo quarto mês consecutivo, os economistas confirmam o que o brasileiro já sabe: comer ficou…

5 dias atrás

Como escolher sua corretora de investimentos?

Escolher uma boa corretora de investimentos para aplicar seu patrimônio é fundamental para quem quer…

5 dias atrás

Como ensinar Educação Financeira para crianças

Quando se fala sobre educação financeira no Brasil, sabemos que esse é um assunto sobre…

6 dias atrás

Confira a taxa Selic hoje

O Comitê de Política Monetária (Copom) decidiu, por unanimidade, elevar a Selic em 1 ponto…

2 semanas atrás

Taxa Selic 2022 sobe para 12,75% ao ano: veja os impactos

Alta é a terceira consecutiva em 2021. Especialista explica os impactos.

2 semanas atrás

Selic: Saiba como funciona a Taxa Básica de Juros

Saiba tudo sobre a taxa básica de juros.

2 semanas atrás