Como Investir

Confira o IPCA hoje

Pelo quarto mês consecutivo, os economistas confirmam o que o brasileiro já sabe: comer ficou ainda mais caro. A inflação registrada pelo mercado foi de 1,06%, a maior do mês de abril desde 1996 (1,26%). Neste artigo, você entenderá o que é o IPCA, como ele funciona, sua importância para a economia e qual o valor do IPCA hoje.  

Boa leitura!

O que é o IPCA-15

O IPCA-15 (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) é um indicador desenvolvido pelo IBGE para medir a variação de preços sobre as despesas consideradas essenciais para as famílias brasileiras. 

Ele é considerado como uma espécie de prévia da inflação oficial do país. Após ter registrado uma alta de 1,62% em março, o IBGE divulgou que o índice ficou em 1,06% para abril. 

Mas, por que é importante acompanhar o IPCA hoje? 

O índice afeta o poder de compra do brasileiro, como os preços dos alimentos e do combustível, e, por isso, é interessante acompanhar como ele está. 

Como funciona o IPCA hoje?

Para determinar se há inflação ou deflação, o IPCA leva em consideração a regra da oferta e demanda. Portanto, quando há muito consumo da população, os preços tendem a aumentar – gerando a inflação.  

Ele é responsável por apontar as oscilações nos preços dos produtos mês a mês. 

Qual a diferença do IPCA e TR?

TR é a Taxa Referencial. Foi criada pelo governo como referência aos juros nacionais, além de controlar a inflação. Ela é usada como um fator de correção monetária para os investimentos, servindo como base para o cálculo do FGTS e das taxas de juros de financiamentos. 

Já o IPCA é o Índice de Preços ao Consumidor Amplo, calculado mensalmente pelo IBGE para controlar a inflação brasileira. A principal função desse índice é tabelar os preços de produtos e serviços básicos para a população. Além disso, ele influencia a taxa Selic.

Como é calculado o índice?

O cálculo do IPCA-15 é feito com o objetivo de determinar a variação de preços dos produtos e serviços. Por ser feito mensalmente, há alterações conforme a demanda de mercado. 

São analisados cerca de 500 mil preços de variados produtos em mais de 30 mil estabelecimentos e considera famílias que ganham de 1 a 40 salários mínimos. 

O IBGE também faz pesquisas internas para avaliar o quanto as famílias estão pagando por aluguéis, planos de saúde e outros serviços essenciais. 

Com a coleta de dados, são realizadas comparações com o mês anterior e então é feita uma média para avaliar a alta ou baixa. 

Qual a importância dele para a economia?

O IPCA influencia diretamente diversas áreas que envolvem o mercado e afeta o poder de compra da população, rendimento da poupança e o preço dos imóveis. Sendo assim, ele é um importante medidor para a economia. 

Veja um exemplo: quando há uma deflação, o Banco Central dá sugestões de medidas para incentivar a economia. 

No entanto, o IPCA não é importante apenas para o governo, mas também para os investimentos. Esse é o caso do Tesouro IPCA, uma opção de investimento de renda fixa que oferece ao investidor um rendimento atrelado à inflação.

Sendo assim, é muito importante analisar o IPCA antes de tomar uma decisão financeira, como um empréstimo ou financiamento, pois os juros cobrados passam diretamente pela taxa de inflação.

Quanto está o IPCA hoje?

Gráfico do Banco Central do Brasil

O valor do IPCA hoje está em 1,06% e teve a maior alta para o mês de abril desde 1996. No dia 8 de abril, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou o IPCA de março de 2022, que fechou o mês com variação de 1,62%, após encerrar fevereiro em 1,01%. Já em janeiro, o índice foi de 0,54%. Dessa forma, a taxa acumula alta de 3,20% no ano de 2022. 

Março teve o maior índice desde 1994, quando atingiu incríveis 42,75% no período que antecedeu a implementação do Real. Vale lembrar que, em março de 2021, a variação havia sido de 0,93%.

Itens que contribuíram para a alta do IPCA hoje

De acordo com dados do IBGE, os itens que mais contribuíram para a alta do índice em abril de 2022 foram: 

  • Gasolina;
  • Gás de botijão;
  • Tomate;
  • Leite longa vida;
  • Energia elétrica residencial;
  • Emplacamento e licença;
  • Óleo diesel;
  • Cenoura;
  • Seguro voluntário de veículo;
  • Óleo de soja.

IPCA acumulado dos últimos 12 meses

O IPCA acumulado dos últimos 12 meses de 2022 ficou em 12,13%. Essa é a maior variação do índice desde outubro de 2003, quando havia ficado em 13,98%.

Confira na tabela abaixo a variação do índice entre abril de 2021 e março de 2022. 

DataVariação (em %)Variação no Ano (em %)Acumulado 12 meses (em %)
Abril/20221,064,2912,13
Março/20221,633,2011,30
Fevereiro/20221,011,5610,54
Janeiro/20220,540,5410,38
Dezembro/20210,7310,0610,06
Novembro/20210,959,2610,74
Outubro/20211,258,2410,67
Setembro/20211,166,9010,25
Agosto/20210,875,679,68
Julho/20210,964,768,99
Junho/20210,533,778,35
Maio/20210,833,228,06
Abril/20210,312,376,76

Qual foi o valor do índice em 2021?

O IPCA acumulado em 2021  fechou em alta de 10,06%, e foi o maior valor desde 2015 (quando foi de 10,67%).

Como saber o valor do IPCA hoje?

O valor do IPCA é divulgado mensalmente pelo IBGE e você também pode acompanhá-lo por aqui.

Rate this post
Isabelle Miranda

Jornalista e Assessora de Imprensa

Posts recentes

Como escolher sua corretora de investimentos?

Escolher uma boa corretora de investimentos para aplicar seu patrimônio é fundamental para quem quer…

5 dias atrás

Como ensinar Educação Financeira para crianças

Quando se fala sobre educação financeira no Brasil, sabemos que esse é um assunto sobre…

6 dias atrás

Confira a taxa Selic hoje

O Comitê de Política Monetária (Copom) decidiu, por unanimidade, elevar a Selic em 1 ponto…

2 semanas atrás

Taxa Selic 2022 sobe para 12,75% ao ano: veja os impactos

Alta é a terceira consecutiva em 2021. Especialista explica os impactos.

2 semanas atrás

Selic: Saiba como funciona a Taxa Básica de Juros

Saiba tudo sobre a taxa básica de juros.

2 semanas atrás